#022 – O Lutador (The Wrestler) – 2008

Esse filme é bom que só. Mas eu acho que só meninos que gostam mesmo dele. Ele é o equivalente do mundo masculino àqueles dramas de época com a Meryl Streep fazendo sotaque de estrangeira. O roteiro é uma jóia, a fotografia e a edição são completamente diferentes dos outros filmes do Aronofsky (e nem por isso são ruins), e o Mickey Rourke tá bom pra diabo. E aí o filme acaba e começa a tocar o Bruce Springsteen. Pronto, macho que é macho mesmo desaba de chorar. Não se emocionar com esse filme é coisa de menininha.

Estilinho copiado do Olly Moss e do Pierre Mendell. E pronto, acabou o ciclo Aronofsky. Mais, só quando ele fizer filme novo.